Patricio Realpe/AP
Patricio Realpe/AP

Uruguai vence com gol nos acréscimos e segue vivo

Aos 48 minutos do segundo tempo, Forlán marcou de pênalti na vitória sobre o Equador por 2 a 1

AE, Agencia Estado

10 de outubro de 2009 | 21h40

Com um gol de pênalti de Diego Forlán aos 48 minutos do segundo tempo, o Uruguai derrotou o Equador por 2 a 1, na noite deste sábado, no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito. A importante vitória fora de casa manteve as chances de classificação uruguaia para a Copa de 2010.

Veja também:

linkConfira os novos classificados 

especialMAPA - Os países que já garantiram vaga na Copa

especialELIMINATÓRIAS - Mais no canal especial

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O Uruguai está agora em quinto lugar na classificação das Eliminatórias, com 24 pontos, um na frente do próprio Equador. Assim, os uruguaios vão decidir a vaga na Copa num confronto direto com a Argentina, quarta-feira, em Montevidéu: quem vencer se garante no Mundial.

A Argentina aparece na quarta posição, com 25 pontos, sendo que apenas os quatro primeiros colocados garantem vaga direta na Copa - o quinto vai para a repescagem. Enquanto isso, o Equador ainda mantém chance: com 23 pontos, visita o classificado Chile na quarta-feira.

No jogo deste sábado, todos os gols saíram no segundo tempo. O Equador abriu o placar aos 22 minutos, com Valencia. Mas o Uruguai teve forças para conseguir a virada. Luis Suarez marcou aos 23 e Diego Forlán, cobrando pênalti, definiu a vitória já aos 48.

EQUADOR 1 X 2 URUGUAI

Equador - Elizaga; Reasco, Espinoza (Guagua), Ivan Hurtado e Ayovi; Noboa (Jefferson Montero), Segundo Castillo, Edison Mendez e Valencia; Caicedo (Zura) e Cristian Benitez. Técnico: Sixto Vizuete.

Uruguai - Muslera; Scotti, Lugano e Cáceres; Maximiliano Pereira, Diego Perez (Eguren), Gargano, Jorge Rodriguez (Fucile) e Alvaro Pereira; Diego Forlán e Luis Suarez (Edinson Cavani). Técnico: Oscar Tabárez.

Gols - Valencia, 22, Luis Suarez, aos 23, e Diego Forlán (pênalti), aos 48 minutos do segundo tempo.

Árbitro: Salvio Spínola Fagundes Filho (Brasil).

Cartões amarelos - Noboa, Valencia, Elizaga, Lugano e Scotti.

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito (Equador).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.