Vadão cobra reação do time da Ponte

Ameaçada pelo rebaixamento e sofrendo forte pressão da torcida, a Ponte Preta deve ter mudanças para o jogo contra o Rio Branco, sábado, em Americana, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. O técnico Vadão reuniu os jogadores antes do treino desta segunda-feira e cobrou mais "atitude"."Perdemos outro dia do Corinthians, mas lutando até o final. Diante do América nos entregamos", disse Vadão, bastante insatisfeito com a derrota de sábado, por 3 a 2.Para piorar a situação, os dois últimos reforços contratados estão sem condição para o próximo jogo. O volante Luciano Santos, ex-Grêmio, se apresentou com seis quilos acima do seu peso considerado ideal. Já o atacante Danilo Goiano, que veio do Sport, precisará de mais alguns dias para adaptação.Mas Vadão terá a volta de dois jogadores importantes: o meia Harison se recuperou de uma lesão muscular na coxa direita e o meia-atacante Danilo cumpriu suspensão automática.Após a derrota para o América, sábado, em Campinas, a Ponte Preta continuou com apenas 7 pontos, na ameaçadora 18ª posição do Campeonato Paulista.

Agencia Estado,

28 de fevereiro de 2005 | 14h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.