Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Vadão deixa a Ponte e vai para o Japão

Apesar de estar na liderança do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta vai trocar o treinador. Vadão aceitou proposta do futebol japonês e se despede do time de Campinas neste domingo, no jogo contra o Fluminense, no estádio Moisés Lucarelli. Vadão vai trabalhar no Verdy Tokyo, do Japão, que era dirigido pelo argentino Ardilles. O contrato inicial é até o final do ano, por um salário de US$ 100 mil mensais, com possibilidade de renovação por mais uma temporada. A diretoria da Ponte dará maiores detalhes da saída do treinador só depois do jogo contra o Fluminense. Mas já se sabe que o auxiliar-técnico Gersinho embarca com ele, provavelmente na quarta-feira.A diretoria da Ponte Preta também promete só pensar num novo técnico na segunda-feira, mas existem três nomes disponíveis no mercado e que se enquadram nos padrões do clube: Vágner Benazzi, ex-Fortaleza, Estevam Soares, ex-São Caetano, e Marco Aurélio Moreira, ex-Figueirense.Mais problema - Outra baixa na Ponte Preta é a saída do atacante Frontini, que deve definir sua transferência para o Santos na segunda-feira. Ele nem foi relacionado para o jogo contra o Fluminense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.