Vadão esnoba e poupa dois titulares

O técnico Oswaldo Alvarez resolveu apostar na superioridade técnica do time do São Paulo e vai poupar dois titulares no jogo de quarta-feira contra o Botafogo, em João Pessoa, na estréia da equipe na Copa do Brasil. O zagueiro Wilson e o atacante Luís Fabiano, que se recuperam de contusões musculares, ficaram fora da delegação que embarca amanhã para a Paraíba. O volante Alexandre terá de cumprir suspensão pela expulsão no jogo contra o Palmeiras, ainda pela Copa João Havelange. Kaká, pela primeira vez, foi confirmado antecipadamente como titular da equipe. Fabiano Souza deverá ser o companheiro de França no ataque.Apesar de o São Paulo buscar uma vitória por pelo menos dois gols de diferença contra o Botafogo, resultado que dispensaria o jogo de volta, Vadão resolveu preservar Wilson e Luís Fabiano para o jogo de domingo contra o Guarani, pelo Campeonato Paulista. Até porque, no final de semana, ele não poderá contar com seis jogadores: Renatinho, Júlio Santos, Alemão e Oliveira estarão na seleção brasileira sub-20; Maldonado foi convocado para a seleção chilena; e Alexandre cumprirá suspensão."É lógico que ninguém gosta de ficar mudando toda hora a escalação da equipe, mas o time está bem preparado e motivado para esse jogo na Paraíba", garantiu Vadão. "Nossa preocupação é voltar da Paraíba com a vitória. Se for por diferença de dois gols ou mais, melhor", completou o treinador.Kaká se diz preparado para ser o titular da equipe. "Quando entrei pela primeira vez na equipe, o técnico mal me conhecia. Joguei cinco minutos. Na segunda vez, joguei 10 minutos. Agora, começo como titular. Não há problemas", revelou o jogador.Assédio - O meia Júlio Baptista, uma das revelações do São Paulo esta temporada e titular da equipe, teria despertado o interesse do Barcelona, da Espanha. O procurador do jogador, Juan Figer, estaria intermediando o negócio. A diretoria do São Paulo não confirmou a negociação. Há cerca de 10 dias, o jogador recebeu reajuste salarial e teve seu contrato prorrogado até 2003. Como é comum nesses casos, Júlio Baptista disse desconhecer o interesse do clube espanhol, mas mostra-se animado com a possibilidade de transferência para a Europa. "É bom saber que meu trabalho vem sendo observado no exterior", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.