Vadão espera diretoria para definir futuro no Guarani

Depois da decepção pela fraca campanha no Campeonato Paulista da Série A2, a diretoria do Guarani ainda não sabe como vai armar o time para a disputa do Campeonato Brasileiro. O técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, diz que vai aguardar uma posição oficial.

AE, Agência Estado

29 de março de 2010 | 19h22

"Tenho contrato até abril e vou cumpri-lo. Acho que nos bons e nos maus momentos a postura deve ser a mesma. Mas se a direção entender que é melhor mudar o comando, então tudo bem", explicou Vadão.

No ano passado, o time foi vice-campeão da Série B do Brasileiro e garantiu o acesso à primeira divisão. Mas este início de temporada foi ruim. E domingo, o Guarani precisava vencer obrigatoriamente para evitar até mesmo a queda para a Série A3 do Paulista. Derrotou o Catanduvense, por 3 a 0, e se salvou.

Por enquanto Vadão continua no cargo, mesmo porque quarta-feira o Guarani vai enfrentar o Fortaleza, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil, em Campinas. Na ida, perdeu por 2 a 0.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGuaraniVadão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.