Vadão evita euforia e pede foco ao Guarani

O Guarani começou o Campeonato Brasileiro da Série B de forma arrasadora, ficando as 11 primeiras rodadas invicto. Depois, oscilou e chegou a ver sua posição na zona de acesso ameaçada. Nos últimos oito jogos, porém, o clube campineiro reencontrou o equilíbrio e soma aproveitamento de 75% - de 24 pontos disputados, o Guarani conquistou 18.

AE, Agencia Estado

16 de setembro de 2009 | 20h35

O bom desempenho nas últimas rodadas supera, inclusive, o do Corinthians em 2008, que terminou com 74,6% e levou o título da competição.

Apesar dos números favoráveis, o técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, mantém sua postura de evitar o clima festivo. "Não vai ter nada antecipado. Vai ser difícil até o fim. Temos 10 equipes com a mesma ambição e são times de qualidade que vão tentar buscá-la", declarou.

Sem tempo para descanso, o treinador já começa a pensar no time que fará o duelo de líderes contra o Vasco, sábado, no Maracanã. O atacante Caíque está recuperado de uma lesão e foi liberado para realizar treinamentos físicos. O jogador, contudo, ainda não deve ficar à disposição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.