Vadão mantém mistério no Atlético-PR

O técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, preferiu manter o segredo sobre o time que entra em campo nesta quarta-feira, às 21h40, para a primeira partida contra o Sport, de Recife (PE), pela Copa do Brasil, na Arena da Baixada, em Curitiba. Mesmo com o retorno do lateral-esquerdo Jean e do atacante Dagoberto, que estavam disputando torneio na Malásia pela seleção sub-20, o técnico não os confirmou para o início da partida. Quanto a Dagoberto, Vadão espera saber de suas condições físicas e, em relação a Jean, o técnico ainda não o viu jogar ou participar de qualquer treino coletivo. Jadilson pode entrar no ataque. Outra dúvida está no meio-de-campo, em razão de Kléberson estar suspenso por expulsão. Vadão poderá utilizar Fabrício nessa posição, com a entrada do lateral-esquerdo Ivan, ou optar por Leomar, o que garantia uma equipe mais cautelosa, com Fabrício retornando à lateral. Segundo Vadão, com a segunda formação o time ganhou mais equilíbrio. O objetivo é tentar vencer por um placar que dê mais tranqüilidade no jogo de volta. ?Se dermos uma chance para eles, vai ser muito difícil eliminá-los na Ilha do Retiro", atesta o meia Leomar, que jogou seis anos no Sport.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.