Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Vadão sofre para armar o São Paulo

O técnico Oswaldo Alvarez está sofrendo com os problemas que tem para encontrar a escalação ideal do São Paulo e o melhor esquema tático. Por isso, ainda não conseguiu dar um padrão de jogo ao time, que vem alternando bons e maus momentos no ano. A equipe é capaz de ter brilhante atuação contra o Santos e, ao mesmo tempo, ser dominada pelo São Caetano. Esse é um dos desafios para o jogo deste sábado, contra a Matonense, pelo Paulista.No meio-de-campo, por exemplo, não existe nenhum titular absoluto. No ataque, apenas França tem posição garantida. "Por enquanto, estamos conseguindo os melhores resultados com o esquema 3-5-2, mas não é definitivo", afirmou o treinador. Neste sábado, contra a Matonense, ele não poderá contar com Rogério Ceni e Gustavo Nery, suspensos, além de Reginaldo, machucado. Roger entrará no gol, Alemão na lateral esquerda e Jean na zaga. Souza ainda se recupera de contusão no tornozelo esquerdo.O atacante Renatinho não agradou no jogo contra o Fluminense e pode perder lugar no time. É possível que Luís Fabiano, recém-contratado do Rennes, por empréstimo, comece a partida. Ele jogou apenas 20 minutos na derrota para o São Caetano por 2 a 0. "Estou bem fisicamente e gostaria de ter uma oportunidade, mas não sei se suportaria jogar os 90 minutos, vai depender da temperatura", afirmou o atacante. O técnico são-paulino vai definir apenas neste sábado quem joga ao lado de França.Política - O presidente do São Paulo, Paulo Amaral, garantiu, por meio de sua assessoria de imprensa, que será candidato à reeleição e que tem projetos a longo prazo para o clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.