Vadão tem duas opções para a Ponte

O técnico Vadão encontrou uma maneira inteligente de lidar com sua dúvida para definir o time da Ponte Preta que enfrentará o Juventude, sábado, em Caxias do Sul, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como ainda não definiu o substituto do meia Harison, que deixou o clube, ele pode usar uma fórmula mista: começar com Gabriel e terminar com Evando."Posso começar com o Gabriel, que é um meia, e depois usar durante o jogo o Evando, que encosta mais no centroavante, no caso o Kahê", explicou Vadão, que testou as duas formações no treino. A dúvida passou a existir após a saída de Harison, negociado com o União Leiria, de Portugal, por US$ 1,5 milhão.Embora o dinheiro ainda não tenha sido depositado, Harison nem treinou esta semana e nesta sexta-feira vai embarcar para Belém, onde moram seus familiares.Por enquanto, Vadão confirmou apenas a manutenção do esquema 4-5-1, com as voltas do zagueiro Rafael Santos e do volante Carlinhos, que estavam suspensos - eles entram nos lugares de Thiago Matias e Luciano Santos, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.