Vadão vê avanço no time da Ponte

Apesar da derrota para o Coritiba por 2 a 1, quarta-feira à noite, na Copa do Brasil, o técnico Vadão acredita que o time da Ponte Preta melhorou bastante na parte física e que já está num bom nível tático. "Foi o segundo jogo oficial da temporada. A tendência é crescer daqui para frente", analisou o treinador. No jogo de volta contra os paranaenses, dia 6 de fevereiro, a equipe de Campinas precisa vencer apenas por 1 a 0 para se classificar.Antes disso, porém, a Ponte vai enfrentar o Santos, sábado à tarde, no estádio Moisés Lucarelli, pela segunda rodada do Torneio Rio-São Paulo.Um desfalque certo para este jogo de sábado é o meia Marquinhos, expulso no empate de estréia contra o Vasco e que terá que cumprir suspensão. A idéia inicial de Vadão é escalar o meia Dionísio. A segunda opção seria a entrada de Adrianinho, o que deixaria o time um pouco mais ofensivo.Os jogadores se apresentaram nesta quinta-feira à tarde no Centro de Treinamento do Jardim Eulina, onde realizaram um treino leve. A definição do time titular será no treinamento desta sexta-feira, às 9h30, no Moisés Lucarelli. Depois, o elenco já inicia a concentração.

Agencia Estado,

24 de janeiro de 2002 | 16h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.