Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Vágner Love ainda mostra mágoa por saída do Flamengo

Atacante ironiza motivo dado pela diretoria do clube carioca

AE, Agência Estado

13 de junho de 2013 | 19h32

O atacante Vágner Love demonstrou nesta quinta-feira ainda estar magoado com a sua saída do Flamengo, que aconteceu logo após a posse da nova diretoria, no começo do ano. O jogador do CSKA Muscou, da Rússia, alfinetou os mandatários do clube rubro-negro durante evento em São Gonçalo, na zona sul do Rio de Janeiro.

"Foi uma saída complicada. Eles alegaram que era para diminuir os gastos. Agora estão tendo que contratar porque está difícil a coisa", disse Vágner Love. "O Pelaipe (diretor) me disse em dezembro que contava comigo, mas em janeiro me avisou que não poderia mais me manter. Fiquei sem entender, mas não houve atrito".

Atual esperança no ataque do Flamengo, Marcelo Moreno quer logo o retorno do Campeonato Brasileiro, depois da Copa das Confederações. "Estou ansioso para voltar a vestir essa camisa e espero dar muitas alegrias para a torcida. Fui muito bem recebido, sei da responsabilidade que tenho".

Ele marcou o gol da Bolívia na derrota para o Chile, na última terça, pelas Eliminatórias para o Mundial de 2014. "Fiquei feliz pelo gol, mas triste pelo resultado, pois nossa classificação para a Copa ficou bastante complicada. Agora precisamos focar nesses próximos jogos que nos restam para tentar reverter essa situação".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoVágner Love

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.