Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Vagner Love chega ao Corinthians e já ficará no banco neste sábado

Atacante garante que está em boa forma física, se coloca à disposição para jogar no meio e deixa escalação a critério de Tite

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

13 de fevereiro de 2015 | 16h57

Vagner Love chegou bastante empolgado ao Corinthians. O atacante, que treina desde segunda-feira no CT do Parque Ecológico, foi apresentado oficialmente nesta sexta-feira como reforço da equipe e demonstrou entusiasmo com o seu retorno ao futebol brasileiro. Revelado pelo Palmeiras e com passagem pelo Flamengo, Love estava no Shandong Luneng, da China.

"Quero participar desse bando de loucos e ficar loucos igual a eles", disse o atacante em referência ao apelido da torcida do Corinthians.

Love participa nesta sexta-feira do seu primeiro treino sob o comando de Tite e só ficou sabendo que enfrentaria o Botafogo no começo da noite, após os trabalhos. O que não está definida é a escalação do atacante diante do São Paulo, quarta-feira, pela Libertadores. "Vamos com calma, o Tite que vai decidir. Eu vinha treinando, trabalhando, e independentemente da decisão que ele tomar, estarei pronto", afirmou.

Para conquistar uma vaga na equipe, Love se coloca à disposição até para jogar no meio de campo. "Nos últimos dois anos, não tenho jogado muito como centroavante. No CSKA Moscou, por exemplo, fiz muito mais o trabalho de meia do que de atacante. Hoje, posso jogar nas duas funções. Dependerá do Tite."

No dia 17 de janeiro, o jogador participou de um amistoso do Shandong Luneng contra o Palmeiras, no Allianz Parque, e não atuou bem. Naquela partida, ele foi bastante xingado pelos torcedores do seu ex-clube. Passado quase um mês da jogo, Love garante que está melhor fisicamente e, por isso, já pode jogar em alto nível.

"Na pré-temporada, eu tinha treinado apenas quatro dias. Era impossível jogar bem e estar no peso depois de 50 dias de férias. Agora, estou me sentindo bem melhor, venho treinando e depende da comissão técnica me avaliar", disse. O jogador também falou sobre as suas passagens pelo Palmeiras, de 2002 a 2004 e em 2009. "Sou muito grato ao Palmeiras, que me projetou ao futebol mundial, mas agora sou jogador do Corinthians e vou honrar a camisa do Corinthians. Serei mais um no bando de loucos."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansVagner Love

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.