Reprodução/Twitter Corinthians
Reprodução/Twitter Corinthians

Carille projeta ataque do Corinthians com Vagner Love e mais um

Ao contrário de sua primeira passagem como treinador do clube, treinador conta com várias opções para a posição

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

28 Janeiro 2019 | 04h33

Vagner Love, Mauro Boselli e Gustavo. O torcedor do Corinthians projeta as mais variadas formações de ataque e Fábio Carille vai na mesma linha. A única certeza do treinador é que Vagner Love será titular  e os outros dois devem ocupar mais uma vaga entre os titulares. O treinamento será determinante para definir quem joga. 

Após a partida contra a Ponte Preta, Carille deixou claro que pretende utilizar Vagner Love caindo pelas pontas. Com isso, sobraria uma vaga como centroavante. Gustavo, que iniciou o ano em alta, é quem está jogando, mas Boselli estreou no sábado e chegou cheio de moral ao clube. 

"O Love é privilegiado fisicamente. Vejo ele muito parecido com o Sheik. Tem força para chegar com o pivô, parecido com a forma com ele jogou com o Adriano no Flamengo, em 2009", avisou o treinador, sem ter pressa para definir seus titulares. 

Além da questão física de Love, que chegou ao Brasil no domingo e ainda não tem previsão para jogar, outro motivo que faz o treinador não ter pressa para vê-lo em ação é a boa fase de Gustavo. O atacante, artilheiro do futebol brasileiro no ano passado com 30 gols, já fez dois em três jogos nesta temporada e espera manter o ritmo.

"A confiança é tudo. Hoje, eu estou muito bem e conto com o apoio de todos. No passado, se eu errasse uma bola, já escutava vaias e hoje isso não acontece mais", comemorou o "Gustagol". 

Na quarta-feira, o Corinthians enfrenta o Red Bull, às 19h15, novamente na Arena Corinthians. A tendência é que Gustavo permaneça como titular e Boselli inicie novamente no banco de reservas.

Para Entender

Guia do Paulistão 2019: tudo o que você precisa saber sobre a competição

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo vão iniciar competição com menos de três semanas de pré-temporada

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.