Rodolfo Buhrer/ Reuters
Rodolfo Buhrer/ Reuters

Vagner Love comenta nova fase como curinga: 'Não sou mais um garoto e isso ajuda'

Autor de um dos gols na vitória sobre o Athletico-PR, jogador atua pelos lados, como segundo atacante e também como centroavante

João Prata, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2019 | 21h08

O atacante Vagner Love já atuou pelos lados do campo, também já fez a função de segundo jogador de ataque e na vitória do Corinthians sobre o Athletico-PR finalmente pôde jogar em sua posição de origem: centroavante.

O jogador nunca escondeu que essa é sua preferência e para mostrar ao técnico Fábio Carille que merece mais chances nessa função fez logo o gol que abriu o placar na vitória por 2 a 0 sobre o adversário paranaense na Arena da Baixada pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

"É um novo Vagner Love (nesta temporada). Tenho que me adaptar ao futebol. Estou preparado para jogar nas funções que o Fábio tem me colocado. Vou tentar fazer o melhor sempre", disse. "Não sou mais um garoto e isso ajuda também. Já venho me cuidando faz um tempo. Quanto mais descansar melhor vou estar."

Love ainda não sabe se seguirá entre os titulares no jogo de quinta-feira contra o Deportivo Lara, na arena em Itaquera, pela segunda fase da Sul-Americana. Isso porque logo em seguida tem o clássico em casa contra o São Paulo no domingo pela sexta rodada do Brasileirão.

Sobre o lance do gol, o centroavante destacou a qualidade do Jadson, que fez um cruzamento na medida, e Love cabeceou para o chão no contrapé do goleiro. "Sei de qualidade do Jadson. Ele tem excelente visão de jogo. Foi bem na leitura do posicionamento. Sabia que se pegasse no chão o goleiro teria dificuldade e a bola acabou morrendo lá no cantinho", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.