Vágner Love: ?Fui usado pela MSI?

Vágner Love não se esqueceu da entrevista coletiva que deu no início do ano, se apresentando como ?novo? jogador do Corinthians, comprado pela MSI. As críticas que sofreu pela precipitação ainda o irritam profundamente. A irritação cresce quando assume: Kia Joorabchian, que o convenceu a dar a entrevista coletiva, não fez uma proposta ao CSKA pelo seu passe."Fui usado pela MSI, me expus à toa. Fui precipitado, acreditei nas promessas do Kia de que me compraria e acabei queimado. Fui enganado. Me indispus com a torcida do Palmeiras de bobeira. O presidente do CSKA (Yevgeny Giner) iria me liberar se o Corinthians fosse atrás de mim após a Copa da Uefa. Eu me desgastei por acreditar no Kia. Isso não vai acontecer mais."Aos 20 anos, ele mostrou que aprendeu rápido. Quando a diretoria do Palmeiras o procurou dizendo que deseja contratá-lo, ele só aceitou falar depois que teve a certeza de que os dirigentes enviaram a proposta de 7,5 milhões de euros por 50% do seu passe."Nessa proposta eu acredito porque sei que é verdadeira. Mas tem uma coisa: o negócio não está fechado. Se o Santos ou outro clube grande brasileiro me quiser, pode ir falar com o CSKA. Eu quero voltar. Não vou perder a Copa por estar escondido na Rússia."Agência Estado - Chegou a hora de esclarecer. Você foi traído pela MSI?Vágner Love - Fui enganado. O Kia me convenceu de que eu iria ser contratado. Acreditei e me arrependi demais. Estou pagando por isso até agora. Só eu dei a cara para bater. Fiquei mal com a torcida do Palmeiras sem motivo algum.AE - A MSI não fez nenhuma proposta para te contratar?Vágner Love - Nenhuma, zero, nada. A diretoria do CSKA ficou esperando e nada. Encontrei o Kia em Portugal antes da final da Copa da Uefa, depois da nossa conversa que não deu em nada no início do ano. Ele só me cumprimentou e não falou nada em contratação. Estou até agora esperando. Cansei dessa história.AE - Você então não vai jogar no Corinthians?Vágner Love - Deixei de acreditar. Não dá para entender: se a MSI é tão poderosa, por que não me contratou?AE - E o Palmeiras? É gostoso ver um clube que há um ano te pagava R$ 7 mil se dispor a pagar cerca de R$ 250 mil? Não pode ser considerado burrice?Vágner Love - Não digo burrice, mas as voltas que o futebol dá. Se me dessem um aumentinho no ano passado, não teria ido para a Rússia. Se o Palmeiras me quer de volta, ótimo. Foi o clube que me lançou para o mundo. Mas vou querer ganhar o que recebo na Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.