Vágner Love reclama da forte marcação

Vágner Love está sentindo na pele as conseqüências de sua fama de artilheiro. Depois das boas atuações na Série B e no Campeonato Paulista, passou a ser mais visado pelos adversários no Campeonato Brasileiro da Série A. "Além de uma certa violência, a marcação é muito maior", disse o atacante, hoje, na Academia.De acordo com o jogador, zagueiros e volantes revezam-se na sua perseguição. Mas o pior mesmo é a marcação individual. "Tem jogo que fica difícil até para dominar a bola".O jeito, segundo o atacante, é se movimentar mais, buscar espaço pelas laterais. É isso que ele pretende fazer a partir do jogo de quinta, contra o Vitória-BA, no Parque Antártica. "Na Série B, era menos conhecido e, por isso, menos visado. Na Série A, vou ter que me adaptar".Quanto às pressões da torcida, Vágner diz que convive na boa. "Ela paga ingresso e tem esse direito. Cabe a nós reverter esse quadro com bons resultados".

Agencia Estado,

28 de abril de 2004 | 09h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.