Marcos de Paula/AE - 31/8/2011
Marcos de Paula/AE - 31/8/2011

Vágner Mancini deixa o comando do Ceará após empate

Treinador sai após quatro jogos seguidos sem vitórias; foram 159 dias no clube

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2011 | 08h32

FORTALEZA - O técnico Vágner Mancini não resistiu ao quarto tropeço seguido do Ceará no Campeonato Brasileiro e deixou o comando da equipe. A saída do treinador foi acertada em reunião com a diretoria do clube após o empate por 1 a 1 com o Atlético Goianiense, domingo, em Fortaleza, no Estádio Presidente Vargas, em partida válida pela 23ª rodada da competição.

"Foram 159 dias à frente desta equipe, onde não faltou apoio da diretoria e nem empenho dos jogadores. Deixo meus agradecimentos ao presidente Evandro Leitão e aos diretores do Ceará, pelo alto nível de trabalho realizado no clube. Agradeço também aos torcedores pelo apoio que, junto com a seriedade do Ceará, me fizeram permanecer mesmo quando outras propostas chegavam à mim", afirmou o treinador.

No comando do Ceará desde março, Vágner Mancini conquistou o título do Campeonato Cearense e avançou até as semifinais da Copa do Brasil. No Campeonato Brasileiro, a equipe ocupa a 15ª posição, com 27 pontos. "Para que o time siga sua trajetória decidimos que essa é a hora de finalizar esse trabalho. Quero também desejar boa sorte ao Vovô, onde fiz muitos amigos durante minha passagem", disse o treinador.

A diretoria do Ceará ainda não definiu o substituto de Vágner Mancini no comando do time. A equipe volta a jogar no próximo sábado, no Estádio do Morumbi, contra o São Paulo, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.