Arquivo/AE
Arquivo/AE

Vágner Mancini mantém dúvida entre Neymar e Molina

Técnico do Santos faz mistério para o jogo deste domingo contra o Atlético-MG na Vila Belmiro

SANCHES FILHO, Agencia Estado

18 de junho de 2009 | 19h30

O técnico Vágner Mancini tem o Santos escalado desde segunda-feira, mas vai levar a dúvida entre Molina e Neymar até pouco antes de o time entrar em campo para enfrentar o Atlético-MG, domingo à noite, na Vila Belmiro. No treino tático desta quinta-feira, ele optou pela manutenção de colombiano como titular, mas em seguida, elogiou o jovem atacante.    

 

Veja também:

especialVisite o canal especial do Brasileirão

especialJogue o Desafio dos Craques

lista Brasileirão - Calendário

tabela Brasileirão - Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Hoje Neymar está melhor do que há uma semana. Ele evoluiu inclusive taticamente e agora já não sente a sobrecarga emocional pela grande transformação pela qual passou. A diferença entre os dois é que Neymar joga mais pelas beiradas do campo e Molina atua pelo meio e com a bola nos pés", definiu o treinador.

A menos que queira apenas confundir o técnico adversário, Celso Roth, Mancini deixou claro a sua opção por Neymar. "Ele está apto a entrar desde o começo e tem maiores possibilidades de voltar a render tudo o que pode", admitiu.

Por enquanto, o técnico santista confirmou apenas uma alteração: Pará retornará ao banco de reservas e Wagner Diniz será o lateral-direito. O lateral chegou ao clube há 10 dias e pela avaliação de Mancini ainda está um pouco abaixo do ideal. "Mas não dá para ficar esperando e ele estreia no domingo", antecipou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.