Ronson Fernandjes/AE
Ronson Fernandjes/AE

Vagner Mancini treina Santos com três atacantes

Time pode entrar em campo com Roni, Neymar e Kléber Pereira contra o Corinthians

Agencia Estado

20 de março de 2009 | 20h07

SANTOS - O técnico Vagner Mancini usou boa parte do treino secreto desta sexta-feira, na Vila Belmiro, para testar uma formação com três atacantes: Roni, pela direita, Kléber Pereira, fixo no meio, e Neymar, na esquerda.

Veja também:

linkRonaldo e Dentinho no ataque do Corinthians contra o Santos

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Mas, na coletiva de imprensa, disse que ainda vai estudar um pouco mais o Corinthians antes de anunciar a escalação. Ele sabe que vai enfrentar um adversário fechado e diz que Mano Menezes não é o tipo de técnico suicida, preferindo priorizar o sistema defensivo.

"Montei duas maneiras de jogar para a equipe", despistou o treinador. "Antes de decidir, vamos pesar os prós e contras. Com três atacantes o time fica mais veloz e leva mais perigo ao adversário, porém fica mais exposto na marcação. Temos chances de jogar das duas maneiras", admitiu o treinador.

O mais surpreendente no time armado por Mancini em parte do treino técnico de ontem à tarde foi que Madson sobrou. O baixinho vem considerado por ele o jogador mais importante da equipe na maioria das partidas e é definido como "desarrumador de defesas adversárias".

Ao mesmo tempo em que tenta passar a ideia de que poderá escalar o time com três atacantes, Mancini diz que tem duas maneiras de neutralizar Ronaldo: armando a defesa com três zagueiros, reforçando a marcação no meio, com três volantes. "O melhor é evitar que a bola chegue, porque basta uma oportunidade para ele fazer o gol", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.