André Lessa/Estadão
André Lessa/Estadão

Vaiado no Pacaembu, Wesley promete se recuperar no Palmeiras

Meia garante que, em pouco tempo, conseguirá recuperar a confiança dos torcedores

DANIEL BATISTA, Agência Estado

25 de fevereiro de 2013 | 11h05

SÃO PAULO - Apesar da vitória por 1 a 0 sobre o União Barbarense, a torcida do Palmeiras não saiu totalmente satisfeita do Estádio do Pacaembu, no último domingo, e um dos maiores alvos foi o volante Wesley, que foi substituído no começo do segundo tempo para a entrada de Valdivia. O jogador admite que não teve uma boa atuação na partida válida pela nona rodada do Campeonato Paulista, mas promete dar a volta por cima em breve.

"Acredito que tenha sido uma cobrança normal de torcedor (as vaias), temos elenco e quem entrou deu conta do recado. Acontece que tem dia que as coisas não dão certo e foi um desses dias. Mas tenho de continuar trabalhando porque sei do meu potencial e quero dar a volta por cima rápido para ajudar o time", disse o volante, que já havia sido muito criticado no empate com o Corinthians, na rodada passada.

O técnico Gilson Kleina saiu em defesa do jogador e destacou a importância dele para o grupo. "O Wesley não quer errar e tem personalidade forte. As coisas não estão fluindo às vezes, mas ele é um jogador importante para o grupo. Claro que ficamos chateados com essa situação."

Já o chileno Valdivia acredita que em breve Wesley dará alegrias à torcida. "Ele tem muita experiência e tem nossa confiança. Isso não abala ele. Logo, o Wesley vai dar muita alegria para os torcedores do Palmeiras", projetou o meia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaulistãoPalmeirasWesley

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.