Valcke contrata advogado norte-americano por investigações sobre Fifa

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, contratou um proeminente advogado de defesa de Nova York em meio a investigações de corrupção que abalam o mundo do futebol, afirmou uma pessoa familiarizada com o assunto nesta quarta-feira.

NATE RAYMOND, REUTERS

17 de junho de 2015 | 20h44

O advogado de defesa Barry Berke foi contratado para representar Valcke, que atuava como principal auxiliar do presidente da Fifa, Joseph Blatter.

Berke, sócio da Kramer Levin Naftalis & Frankel, recentemente representou Michael Steinberg, um gerente de portfólio do fundo de hedge SAC Capital Advisors, de Steven A. Cohen. Steinberg foi condenado no ano passado a três anos e meio de prisão por uso de informação privilegiada.

Promotores norte-americanos acreditam que Valcke estava envolvido em transações bancárias de 10 milhões de dólares na Fifa, que são uma parte fundamental da investigação, disse uma fonte no início de junho. Ele não foi acusado de qualquer irregularidade.

Valcke disse na semana passada que, embora tenha assinado as transações, não fez nada de errado, acrescentando que as acusações contra ele eram uma "insanidade".

A Reuters informou anteriormente que Blatter também contratou um advogado conceituado dos EUA para representá-lo, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

(Reportagem de Nate Raymond)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTVALCKEADVOGADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.