Valdir curte a boa fase no Vasco

Artilheiro do Campeonato Carioca, Valdir não se deixou contagiar pelos elogios recebidos após a excelente atuação no clássico de domingo, em que o Vasco goleou o Fluminense por 4 a 0 e ele marcou três bonitos gols, somando 12 na competição. Nesta segunda-feira, quando cumprimentado por torcedores em vários pontos da cidade, teve de falar várias vezes sobre os lances decisivos do jogo. E teve uma atitude muito gentil ao apontar outro artilheiro, Luís Fabiano, do São Paulo, como o mais capacitado para formar o ataque da seleção com Ronaldo."Hoje, quem tem todas as condições de dividir com Ronaldo o ataque do Brasil é o Luís Fabiano, um jogador muito inteligente, de velocidade e que já se destaca há várias temporadas", disse Valdir, que considera a idade de 32 anos um obstáculo a mais para fazer parte da seleção.O atacante do Vasco lembrou que ficou fora de listas de seleção em outras oportunidades, mesmo quando acabara de conquistar títulos importantes e marcara muitos gols. "Eu esbarrava sempre na dupla Bebeto-Romário", lamentou.Valdir teve problemas sérios nos últimos três anos - de contusão e também uma disputa desgastante na Justiça com o Atlético-MG, de onde saiu para atuar no Vasco em 2002. Só começou a recuperar a forma física e técnica no atual Campeonato Carioca. "É difícil fazer três gols num clássico", comentou, feliz ainda ao saber que o técnico da seleção, Carlos Alberto Parreira, também lhe fizera elogios pela atuação na última partida. "Não me iludo. O Ronaldo sobra no ataque da seleção e vejo o Luís Fabiano como seu companheiro mais provável a curto e médio prazo."

Agencia Estado,

08 de março de 2004 | 18h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.