Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Valdirene vive um sonho em São Domingos

Valdirene Laia nem imaginava que poderia viver o sonho de participar de uma edição dos Jogos Pan-Americanos. Aos 19 anos, ela passou por São Domingos e, apesar de ter ficado com a décima e penúltima colocação no levantamento de peso da categoria até 48 quilos, já sonha com a próxima edição da competição, no Rio de Janeiro, em 2007. "Eu já esperava por esse resultado. Hoje competi com atletas que têm mais de 30 anos, mais de 15 de treino. Eu só faço levantamento de peso há quatro", disse Valdirene. Ainda sim, a atleta superou o recorde brasileiro no arranco, com 62,5 quilos. O anterior era de 60, de Maria Elizabeth Jorge - hoje técnica da equipe brasileira. No total, Valdirene conseguiu levantar 135 quilos. A campeã foi a norte-americana Tara Nott, com 175, seguida da dominicana Guillermina Candelaro, com 167,5, e da venezuelana Remegia Arcila, com 165. "Não fiz o que esperava no arremesso, já que a minha melhor marca é de 75 quilos. Aqui, consegui só levantar 72,5. Mas em compensação consegui bater o recorde da Beth. Até o Pan do Rio eu vou ter 23 anos, oito de treino, para realmente brigar por medalha. Estar aqui foi um sonho, eu adorei a Vila Pan-Americana. Tudo estava perfeito para mim, não vi nenhum problema. A competição foi muito boa para ganhar experiência." A garota jogava futebol na cidade mineira de Viçosa. Era zagueira e foi convidada por amigas para conhecer o levantamento de peso. "Larguei tudo quando conheci o levantamento de peso. Minha mãe não gostava nem um pouco. Na verdade, ninguém lá de casa gostava porque achava que eu não ia a lugar nenhum. Só que com um ano de treino eu já fui participar de uma competição na Argentina. A partir daí passaram a me apoiar. As amigas que me incentivaram acabaram abandonando o esporte", conta. A partir de agora, a brasileira passa a treinar para o Campeonato Mundial, que será disputado no Canadá em novembro: "Se ficar entre as 15 primeiras eu consigo uma vaga nos Jogos Olímpicos de Atenas/2004. Também vai ter o Pré-Olímpico no ano que vem, sem local e data definidos."

Agencia Estado,

12 de agosto de 2003 | 19h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.