Valdívia admite gol 'sem querer' e Aguirre projeta Inter com mudanças na quarta

Autor do golaço de falta que deu a vitória ao Inter sobre o Santos, por 1 a 0, na noite deste domingo, no Beira-Rio, em Porto Alegre, Valdívia admitiu que deu sorte no lance, pois ele tentou cruzar a bola na área aos 31 minutos do segundo tempo, mas a mesma acabou indo direto para as redes. O gol surpreendeu o próprio Valdivia, que sequer comemorou naquele momento.

Estadão Conteúdo

29 de junho de 2015 | 09h33

"Foi um golaço, mas foi inesperado, tanto que na hora eu nem comemorei. Mas quando eu chegar em casa eu vou comemorar sozinho. Procurei erguer a bola, como tinha jogadores altos na área, como Rafael Moura e Alan Costa. Se eu jogasse baixo eu ''estava lascado'', mas a bola acabou indo no segundo pau e graças a Deus entrou", analisou o jogador. "Fui cruzar e a bola acabou entrando. Foi sem querer, mas valeu pelo gol", completou.

O resultado levou o Inter aos 13 pontos, na décima posição do Campeonato Brasileiro, e deu mais fôlego ao time. Com isso, o técnico Diego Aguirre admitiu após o confronto que poderá promover mudanças na equipe titular na próxima quarta-feira, diante do líder Sport, às 19h30, na Ilha do Retiro.

O treinador segue revezando seus jogadores visando principalmente a Copa Libertadores, no qual a equipe colorada está nas semifinais e encara o Tigres no próximo dia 15, no Beira-Rio, pelo duelo de ida do mata-mata continental.

"Vamos fazer algumas variantes para o jogo do Sport, mas vamos com um time forte. Posso variar quatro ou cinco jogadores, e somos um time forte porque temos opções. Não que eu esteja subestimando o adversário, mas para mim nós vamos com força máxima. Mas talvez precisemos trocar jogadores, pensando no que vem no futuro", avisou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoInter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.