Célio Messias/Divulgação
Célio Messias/Divulgação

Valdivia agradece carinho e paciência dos palmeirenses

Meia foi aplaudido de pé pelos torcedores que compareceram à goleada sobre o Oeste

AE, Agência Estado

06 de julho de 2013 | 19h41

PRESIDENTE PRUDENTE - Aplaudido de pé pelos torcedores que foram ao estádio Prudentão, em Presidente Prudente (SP), Valdivia agradeceu a paciência da torcida do Palmeiras, que aguardou o seu retorno aos gramados apostando que ele voltaria a ser um jogador importante ao time nessa caminhada rumo à Série A do Campeonato Brasileiro.

"Agradeço que a torcida ainda tem paciência. Estou tranquilo, eles querem que eu jogue e eu também quero jogar", afirmou o chileno, que foi substituído aos 28 minutos do segundo tempo - ele estava fora do time desde o dia 14 de março devido à lesão muscular na coxa. "Foram bonitos os aplausos dos torcedores, o carinho, gosto muito dessa torcida".

Após a goleada por 4 a 0, Valdivia foi sincero. Ele disse que ainda está sem ritmo de jogo e reconheceu que não poderia atuar em todas as partidas. Pelo menos neste primeiro momento, voltando de lesão. "Gostaria de jogar todas as partidas, mas claro que preciso ser maduro e ciente de que não vai dar para atuar sempre. Quem vai decidir isso somos todos nós", afirmou o chileno.

Valdivia ainda minimizou sua atuação e afirmou que todo o time foi bem na vitória sobre o Oeste. "Passamos até um sufoco no primeiro tempo, mas tivemos a tranquilidade de jogar em um campo muito feito. No final a gente saiu com um resultado positivo e feliz".

O meia paraguaio Mendieta, que entrou no lugar de Valdivia, fez a sua estreia com a camisa do Palmeiras e teve até chance de marcar. O resultado em Presidente Prudente manteve o time no grupo dos quatro primeiros colocados - é o terceiro, com 15 pontos. Na próxima rodada, o time de Gilson Kleina enfrenta o ABC, nesta sexta-feira. A novidade é que terminou a suspensão da CBF e o time vai voltar a jogar no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasValdivia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.