Valdivia diz que houve confiança exagerada do Palmeiras

O meia Valdivia lamentou neste domingo a derrota por 2 a 1 que o Palmeiras sofreu para a equipe reserva do Corinthians, no Estádio do Pacaembu. De acordo com ele, a equipe alviverde não repetiu na partida do Campeonato Brasileiro o mesmo futebol da quinta-feira, quando eliminou o Grêmio nas semifinais da Copa do Brasil, em Barueri.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2012 | 20h17

"Entramos confiantes demais. Não jogamos como na quinta e acabamos perdendo para uma equipe de reservas", afirmou o meia do Palmeiras, que ganhou autorização para viajar ao Chile para encontrar sua esposa. Ela não voltou ao Brasil desde que foi, juntamente com Valdivia, vítima de sequestro relâmpago na capital paulista.

Com opinião parecida com a do meia, o goleiro Bruno também mostrou frustração com o revés do Palmeiras para o maior rival. "Nosso time errou. O nosso jogo hoje (domingo) foi totalmente diferente do que a gente vinha fazendo nos últimos três, quatro jogos, e isso acabou culminando com a derrota", disse.

Para o lateral-direito Cicinho, o desgaste da equipe, que foi praticamente a mesma da vitória sobre o time gaúcho, acabou sendo determinante. "Entramos diferentes do que entramos contra o Grêmio. Se tivéssemos entrado com mais garra e vontade, o resultado seria diferente", avaliou.

O atacante Maikon Leite preferiu destacar as oportunidades aproveitadas pelo Corinthians e disse que o Palmeiras desperdiçou as suas. "Acredito que a gente errou mais. Mas também tivemos mais posse de bola, chegamos mais ao gol. Eles aproveitaram as chances que tiveram, e isso fez a diferença no final", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoPalmeirasValdivia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.