Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Valdivia é hostilizado por organizada e retruca

Torcedores reclamam que o chileno se machuca demais e que não vale a pena mantê-lo na equipe

DANIEL BATISTA, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 08h28

SÃO PAULO - Embora Valdivia tenha sido um dos destaques do Palmeiras na vitória por 4 a 2 sobre o Avaí, membros de uma torcida organizada do clube que viajaram para Florianópolis, vaiaram o jogador no final da partida de terça-feira, válida pela 23ª rodada da Série B. Os torcedores reclamam que o chileno se machuca demais e que não vale a pena mantê-lo na equipe.

Em seu perfil no Instagram, uma rede social, Valdivia resolveu responder de forma irônica. O chileno postou uma foto ao lado do meia Mendieta, outro destaque do jogo e escreveu: "Enquanto uma parte xinga, outros 15 milhões batem palma. Obrigado. Falta pouco para voltar e é isso que interessa", escreveu.

E após o jogo, Valdivia também fez questão de encher a bola do companheiro Mendieta. Ele garante que é possível atuar ao lado do companheiro paraguaio sem grandes dificuldades.

"Ele é um jogador de qualidade, que dá para jogar com ele. Às vezes nós temos que encaixar mais na marcação por sermos dois jogadores que gostam de jogar com a bola, mas isso virá com os jogos", explicou o chileno.

O técnico Gilson Kleina em diversas vezes já disse que atuar com os dois meias na equipe exige maior atenção no setor defensivo e que a mudança faz com que a zaga fique mais exposta. Apesar disso, este foi o segundo jogo seguido em que ambos atuaram juntos. No próximo jogo, contra o Sport, sábado, no Pacaembu, Mendieta vai cumprir suspensão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.