Valdivia é repreendido por expulsão diante do Vasco

Técnico Caio Júnior não gosta da atitude do chileno, que tentou agredir Alan Kardec com uma cotovelada

29 de outubro de 2007 | 10h43

O comportamento do chileno Valdivia voltou a causar polêmica no Palmeiras. O jogador foi expulso no domingo diante do Vasco, aos 45 minutos dos segundo tempo, após tentar agredir Alan Kardec com uma cotovelada.   Veja também: Classificação Calendário / Resultados  Crônica do jogo: Vasco 2 x 2 Palmeiras   Além de ficar de fora do jogo contra o Juventude, nesta quinta-feira, no Palestra Itália, o jogador corre o risco se ver sua pena aumentada se for julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).   O técnico Caio Júnior, que já havia repreendido o jogador pelo excesso de cartões amarelos, contou que dará um puxão de orelhas no atleta. "Vou conversar com ele... é certo que ele levou 'botinada' o jogo inteiro, mas isso, revidar, não pode acontecer."   Sem Valdivia, Caio será o responsável por criar as jogadas ofensivas contra o Juventude. Para a vaga do chileno, Caio Júnior pode colocar outro jogador ofensivo, mantendo o esquema, ou um mais defensivo, liberando mais os laterais.   Com o empate, o Palmeiras caiu para a terceira posição na tabela, com 55 pontos. O clube fará mais cinco partidas no Brasileirão. Além do Juventude, pega Sport, Fluminense, Inter e Atlético Mineiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.