Valdivia se irrita em entrevista e diz que gol saiu tarde

Meia tem atuação razoável no clássico com o Santos na Vila: time perde de 2 a 1

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

23 de março de 2014 | 19h31

SANTOS - O meia Valdivia afirmou que a vitória do Santos sobre o Palmeiras na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, por 2 a 1, foi definida no início do jogo e o Palmeiras demorou para reagir. "Cada time dominou um tempo do jogo. Fomos melhores na etapa final, mas a diferença é que nosso gol saiu tarde e não tivemos tempo para reagir", disse o chileno, que chegou a ficar irritado com uma questão ao final da partida.

"Você está de palhaçada. Você acha que o Palmeiras tem de ser testado? No segundo tempo jogamos como temos de jogar. Foi o Palmeiras de sempre. Agora, tem de parar com essa palhaçada que tem de testar, tem de parar com essa palhaçada", disse o chileno em entrevista à Rádio Globo.

Valdivia teve atuação apenas razoável. Passou boa parte do primeiro tempo discutindo com os zagueiros e reclamando das marcações do árbitro Luiz Flavio de Oliveira. Chegou a levar cartão amarelo por uma falta em David Braz. "Eles fecharam bem os espaços, mas nós erramos e não conseguimos fazer o nosso jogo", explicou o meia.

O técnico Gilson Kleina concorda com o jogador e também lamentou os primeiros 30 minutos da partida na Vila Belmiro. "Fizemos um jogo ruim no início e não conseguimos impor o nosso jogo. Poucas vezes colocamos a bola no chão. No segundo tempo, corrigimos o posicionamento, voltamos ao ritmo que estamos acostumados, mas conseguimos apenas diminuir o placar", diz o treinador.

O Palmeiras jogará agora contra o Bragantino, em partida das quartas do Paulistão. Esse confronto deve ser levado para quinta-feira, no Pacaembu - a tabela será confirmada na tarde desta segunda-feira na Federação Paulista. Kleina afirma que o time não pode cometer os mesmos erros da fase decisiva. "Precisamos jogar bem toda a partida de agora em diante. Não podemos mais oscilar. Precisamos vencer a partida contra o Bragantino e atuar bem o jogo todo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.