Valdivia sente dor no treino e vira dúvida no Palmeiras

O Palmeiras ainda não se pronunciou oficialmente, mas Valdivia deve mesmo ficar no clube para o restante da temporada, já que não houve tempo hábil para uma negociação maior - a janela de transferências internacionais na Arábia Saudita fecha nesta quarta-feira. Mas o meia chileno sentiu dores no treino e passou a ser dúvida para o jogo desta quinta-feira, contra o Bahia.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

25 de julho de 2012 | 17h36

Desde que sofreu um sequestro relâmpago no início de junho, em São Paulo, Valdivia fala na possibilidade de deixar o Palmeiras. Como sua esposa não quer voltar a morar no Brasil, ele negocia uma solução com a diretoria palmeirense para o caso. Recentemente, chegou uma proposta de um clube da Arábia Saudita, mas não houve acerto. Assim, o chileno permanece no time paulista.

Diante disso, o técnico Luiz Felipe Scolari contava com Valdivia para o jogo desta quinta-feira, contra o Bahia, na Arena Barueri, pela 12ª rodada do Brasileirão. Mas o meia deixou o treino desta quarta com dores no púbis e passou a ser dúvida. Ele ainda será avaliado pelos médicos do clube, mas, caso não possa jogar, será substituído pelo também meia Daniel Carvalho.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasValdivia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.