Valdivia treina com bola e deve voltar apenas contra São Paulo

Jogador chileno, que se reapresentou na quarta após imbróglio com Al Fujairah, está fora do jogo deste domingo contra o Atlético-MG

DANIEL BATISTA, Estadão Conteúdo

08 de agosto de 2014 | 12h34

O elenco do Palmeiras treinou na manhã desta sexta-feira na Academia de Futebol em uma longa atividade, que durou cerca de uma hora e quarenta minutos e teve como destaque a participação ativa do meia Valdivia. O chileno mostrou muita disposição e marcou alguns gols durante o treino tático comandado pelo técnico Ricardo Gareca.

Apesar da desenvoltura e da vontade, o chileno não deve jogar neste domingo, contra o Atlético Mineiro, às 18h30, no Independência, em Belo Horizonte. Não existe uma previsão de quando ele estará pronto para voltar a jogar, mas são grandes as chances dele ficar pelo menos no banco de reservas no clássico contra o São Paulo, no próximo dia 17, no Pacaembu.

"Penso que Valdivia esteja em condições no clássico contra o Palmeiras, no próximo domingo (do dia 17). Acho que ele pode, pelo menos fazer parte do grupo dos 20 que vão para a partida", disse Ricardo Gareca, que já teve uma conversa com o jogador para saber suas condições físicas. "Não sei exatamente o que aconteceu, mas isso é algo que já ficou para trás. Valdivia tem que voltar a jogar o quanto antes. Ele pode jogar 15 minutos, 30 minutos e ir evoluindo com o tempo", completou, em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira.

Gareca comandou um treino tático formado por três times e mesclou os jogadores, sem dar indício de quem deve formar a equipe titular neste domingo. A definição da equipe acontece no treino deste sábado. O lateral-direito Wendel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, está fora da partida.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasValdivia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.