Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Valdivia vira uma 'solução problemática' no Palmeiras

Chileno está nos planos de Oswaldo, mas diretoria não se anima

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

19 Março 2015 | 07h01

Valdivia parece ter se tornado uma espécie de solução problemática no Palmeiras. Enquanto o técnico Oswaldo de Oliveira espera contar com ele para ter mais criatividade em campo, a diretoria não demonstra tanta euforia e vontade em mantê-lo no elenco.

O chileno tem contrato até 17 de agosto e nos últimos dias voltou a ser noticia muito mais pelo que fez fora do que dentro de campo. Ele ainda não atuou neste ano, mas já se viu envolvido em polêmica com o diretor de futebol Alexandre Mattos, após criticá-lo publicamente em mídias sociais e também por ter sido convocado para a seleção chilena sem atuar pelo clube.

A sua convocação pelo técnico Jorge Sampaoli, inclusive, fez o jogador se desgastar ainda mais. No clube, embora ninguém admita oficialmente, acreditam que o meia não fez esforço para conseguir a liberação dos amistosos contra Irã e Brasil. Por causa dessas partidas, ele só vai atuar pelo Alviverde na última rodada da primeira fase e não vai encarar o São Paulo na quarta-feira que vem.

A ideia da diretoria é tentar uma renovação com o jogador, mas sem valores muito elevados. A ordem é tratá-lo como se fosse um jogador comum e não devem oferecer um salário dos mais elevados para ele ficar. Cleiton Xavier foi contratado já pensando na possibilidade dele assumir a lacuna deixada por Valdivia, caso o chileno saia.

No meio de tudo isso, Oswaldo gostaria de ficar com ele, por acreditar que possa trazer o diferencial que falta ao meio de campo da equipe alviverde. Entretanto, o treinador já avisou a diretoria que não vai se envolver no caso e acatará qualquer decisão. Nesta quarta-feira, o meia treinou com os demais jogadores, fez gol, deu passes e mostrou disposição, mas dificilmente estará em campo no domingo, contra o São Bernardo.


Mais conteúdo sobre:
Palmeiras Futebol Valdivia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.