Valdo espera reforçar Bota no Recife

O Botafogo viveu um domingo tranqüilo após vencer, sábado, o Sport, por 3 a 1, em Caio Martins, pelo quadrangular final da Série B do Campeonato Brasileiro. Foi a primeira vitória do Alvinegro carioca na fase final da competição. O resultando deixou os cariocas dois pontos atrás do líder Palmeiras e três à frente do Marília. Sábado, o Botafogo enfrenta o Sport, no Recife, e, caso derrote o adversário novamente, praticamente garantirá a vaga. Para este jogo, o meia Valdo espera voltar ao time. Ainda se recuperando de uma fratura no antebraço esquerdo, o jogador participou dos minutos finais da vitória sobre os pernambucanos. E acredita estar em condições de iniciar uma partida. "Terei uma semana para treinar. Isso pode facilitar o meu retorno." O técnico Levir Culpi, porém, prefere adiar sua decisão sobre a escalação do atleta. Ele reconhece que o toque de bola do Botafogo melhora bastante com a presença de Valdo, mas não quer arriscar agravar a contusão do jogador. "É uma situação delicada. Tenho que estudar com calma e avaliar o andamento dos treinamentos dele durante a semana", analisou o treinador. Mas nem tudo é felicidade no Botafogo. A confirmação por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de que as duas últimas rodadas da Série B serão disputadas às 11 horas, irritou o presidente do clube, Bebeto de Freitas. Segundo ele, o Alvinegro não aceita jogar neste horário. "Não admitimos atuar às 11 horas. Um ano de trabalho estará em jogo. Quem assumirá o risco se algo acontecer com os jogadores?", questionou o dirigente, referindo-se ao fato de o horário poder causar sérios problemas fisiológicos aos atletas. Bebeto destacou que toda a competição foi disputada à tarde ou à noite e que uma mudança agora não teria lógica. A preocupação de Bebeto também reside no fato de Botafogo ter alguns jogadores com idade mais avançada, casos do volante Fernando e de Valdo. Este último, porém, considera que a experiência é favorável em jogos sob forte calor. "Os jovens vão correr e se cansar rapidamente.Sei como evitar o desgaste e poupar energia no decorrer das partidas", afirmou Valdo. Mas ele contou que conversou com Magrão, do Palmeiras, e com atletas do Sport para que algo seja feito contra o horário escolhido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.