Manuel Bruque/EFE
Manuel Bruque/EFE

Valencia arranca empate com o Cádiz e deixa a zona de rebaixamento do Espanhol

Resultado de igualdade no Estádio Mestalla deixa equipe com 16 pontos na 17.ª posição

Redação, Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2021 | 20h09

O Valencia conseguiu deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Espanhol em seu primeiro compromisso em 2021. Nesta segunda-feira, o time conseguiu respirar ao arrancar o empate por 1 a 1 com o Cádiz, no Estádio Mestalla, graças a um gol marcado por Maxi Gomez no fim do segundo tempo.

A igualdade levou o Valencia aos 16 pontos, na 17.ª posição. Mas o cenário não é bom, afinal, só está à frente do 18.º Elche pelos critérios de desempate, além de ter disputado dois jogos a mais do que o oponente. E o time não ganha há quatro rodadas. Já o Cádiz, também com quatro tropeços seguidos, está em décimo, com 20 pontos.

Após não aproveitar Gomez no compromisso anterior, o técnico Javi Garcia escalou o uruguaio de início e viu ele ser o jogador mais perigoso do Valencia na partida. O atacante teve duas boas chances de gol, mas quem marcou foi o hondurenho Anthony Lozano, para o Cádiz, aos 14 minutos do segundo tempo.

Lozano quase marcou pela segunda vez, mas seu cabeceio após cobrança parou na trave direita. Momentos depois, quem marcou de cabeça foi Gomez, aos 34 minutos, após cruzamento de Jose Gaya, frustrando o técnico do Cádiz, Alvaro Cervera, que fez seu primeiro retorno ao Mestalla desde que era jogador do Valencia, em 1995. E o time da casa teve chance nos acréscimos de vencer, mas acabou sendo desperdiçada pelo zagueiro francês Mouctar Diakhaby.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.