Guillaume Horcajuelo/EFE
Guillaume Horcajuelo/EFE

Valencia e Shakhtar sofrem, mas avançam à Liga dos Campeões

Clubes tinham vantagem nos confrontos, mas suaram por vaga

Estadão Conteúdo

25 Agosto 2015 | 17h57

Valencia e Shakhtar Donetsk entraram em campo nesta terça-feira na briga por vagas na fase de grupos da Liga dos Campeões com vantagens relativamente confortáveis. Ainda assim, as duas equipe sofreram, mas conseguiram segurar seus adversários e avançaram à principal competição europeia de clubes. O sorteio das chaves acontece nesta quinta-feira, em Mônaco.

Depois de vencer por 3 a 1 na Espanha, o Valencia enfrentou o Monaco fora de casa, saiu na frente, mas permitiu a virada. Nos minutos finais, foi pressionado, mas segurou a derrota por 2 a 1 que lhe valeu a vaga. Já o Shakhtar havia batido o Rapid Viena por 1 a 0 na Áustria, chegou a estar perdendo nesta terça em casa, mas buscou o empate por 2 a 2.

Mais uma vez, Marlos foi um dos responsáveis pelo resultado do Shakhtar. Se na ida ele havia marcado o gol da vitória, abriu o placar nesta terça. Schaub e Hofmann, logo na sequência, viraram para o Rapid Viena. Mas também não demorou para o time ucraniano deixar tudo igual novamente, com Gladky, e garantir a vaga.

O Valencia também parecia dar passo gigantesco à fase de grupos ao marcar logo no início nesta terça, com Negredo. Raggi, ainda no primeiro tempo, empatou. Aos 30 minutos da etapa final, Carrillo virou. O Monaco, então, pressionou, mas viu o time espanhol se fechar bem e segurar o resultado.

Quem está fora da fase de grupos é o Basel. Depois de anos de boas campanhas em torneios europeus, o time suíço não passou pelo Maccabi Tel Aviv nesta última fase de playoffs. Empatou por 2 a 2 na ida, na Basileia, e por 1 a 1 em Israel, sendo eliminado pelo critério de gols marcados fora de casa.

Outra surpresa foi a queda precoce do Celtic. A tradicional equipe escocesa havia vencido o Malmö por 3 a 2 em casa, mas caiu 2 a 0 na Suécia. Já o Dínamo Zagreb não deu chance para zebra e desbancou os albaneses do Skenderbeu com uma goleada por 4 a 1, após ter vencido por 2 a 1 na ida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.