Valencia goleia o Granada e Diego Alves bate recorde histórico

Diego Alves voltou a colocar seu nome na história do Valencia nesta segunda-feira, na vitória de 4 a 0 da sua equipe sobre o Granada, no fechamento da 33.ª rodada do Campeonato Espanhol. Assim, chegou a 594 minutos sem sofrer gols no Estádio Mestalla e atingiu o maior período de invencibilidade de um goleiro na casa do Valencia.

Estadão Conteúdo

27 de abril de 2015 | 18h06

A última vez que o goleiro foi superado no Mestalla foi há mais de três meses, em 25 de janeiro, quando Carlos Bacca marcou de pênalti. Depois disso, o Valencia jogou mais seis vezes em casa pelo Espanhol, sem levar gols. O antigo recorde, de 549 minutos, era dividido entre Balaguer (em 1975) e Pesudo (em 1970).

No começo do ano, Diego Alves já havia batido outro recorde, ao defender um pênalti pela 14.ª vez no Campeonato Espanhol, tornando-se o melhor goleiro da história da competição desde que as estatísticas do quesito começaram a ser contabilizadas, há 25 anos. Na já citada partida contra o Sevilla, chegou a 15 pênaltis defendidos.

Nesta segunda, o Granada quase não ameaçou a meta defendida pelo brasileiro, que a assistiu a Javi Fuego, Feghouli, Dani Parejo (de pênalti) e Negredo marcarem os gols da vitória do Valencia.

Com o resultado, a equipe chegou a 71 pontos, em quarto, ainda na cola do Atlético de Madrid, que tem um ponto a mais faltando quatro rodadas para o fim do Espanhol. Quem ficar à frente terá vaga direta na fase de grupos da Liga dos Campeões. O quarto colocado tem que jogar a fase preliminar.

Já o Granada vive situação complicada. Com 25 pontos, ocupa a penúltima colocação, a seis pontos de deixar a zona de degola. Desde o fim de setembro, a equipe só venceu dois jogos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolValenciaCampeonato Espanhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.