Valencia marca 4 em 6 minutos e aplica 5 a 1 no Málaga

O Valencia passou como um rolo compressor por cima do Málaga, neste sábado, pelo Campeonato Espanhol. Com nada menos do que quatro gols em um intervalo de apenas seis minutos no primeiro tempo, e mais uma bola na rede no segundo, o time aplicou um humilhante 5 a 1, em casa, e ultrapassou justamente o adversário na tabela de classificação da competição nacional.

AE, Agência Estado

20 de abril de 2013 | 19h29

O resultado expressivo obtido no Estádio Mestalla fez o Valencia chegar aos 53 pontos, contra 50 do time do brasileiro Júlio Baptista, que acabou sendo o autor do único gol do Málaga neste sábado, cobrando falta no final do primeiro tempo.

O consolo para o Málaga, porém, foi o fato de que o Betis caiu por 3 a 1 diante do Real Madrid, também neste sábado, e estacionou nos 48 pontos, na sétima colocação.

A quinta e a sexta posições do Espanhol garantem vagas na Liga Europa, mas quem terminar o torneio em sétimo lugar também irá assegurar um lugar na competição, tendo em vista o fato de que o campeão da Copa do Rei - que será definido na final entre Real Madrid e Atlético de Madrid, respectivos líder e vice-líder - também leva uma vaga no segundo mais importante torneio interclubes do futebol europeu. E, com os dois clubes madrilenhos garantidos na Liga dos Campeões, o sétimo colocado do Espanhol terá uma vaga como um terceiro representante do país na Liga Europa.

O Valencia, por sua vez, ficou um ponto atrás da quarta colocada Real Sociedad, hoje na zona de classificação para Liga dos Campeões e que pegará o Osasuna, fora de casa, neste domingo.

RÁPIDO MASSACRE - A "goleada relâmpago" do time valenciano começou a ser construída aos 25 minutos do primeiro tempo. Daniel Parejo recebeu cruzamento da direita, passou por um defensor em um lance de sorte e tocou na saída do goleiro para fazer 1 a 0.

E o segundo gol saiu já aos 27 minutos. Cissokho partiu com a bola da linha que divide o meio-campo, passou por dois adversários pelo lado esquerdo e cruzou para Soldado, que bateu de primeira para as redes.

Atônito, o Málaga acabou tomando o terceiro gol aos 29. Demichelis cometeu pênalti em Banega, assinalado pelo árbitro. Soldado foi para a cobrança e abriu 3 a 0. E, para delírio da torcida local, o quarto gol saiu aos 31. Após uma falha na saída de bola de um defensor, Jonas foi lançado na direita da área e chutou cruzado. O goleiro deu rebote e Canales só precisou tocar a bola para as redes: 4 a 0.

No finalzinho do primeiro tempo, aos 46 minutos, Júlio Baptista bateu falta com precisão no canto direito do goleiro brasileiro Diego Lopez para descontar o placar. Aos 9 minutos da etapa final, porém, Banega recebeu pela esquerda, passou por um zagueiro na grande área e chutou cruzado para fazer um golaço e decretar o 5 a 1, esfriando qualquer chance de reação da equipe visitante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.