Valencia só empata em casa e volta a tropeçar com Gary Neville no Espanhol

Ainda não foi neste sábado, na abertura da 16ª rodada do Campeonato Espanhol, que o Valencia conseguiu na competição sob o comando de Gary Neville. Mesmo atuando em casa, o time não passou de um empate por 2 a 2 com o Getafe, no segundo compromisso sob o comando do treinador inglês na competição nacional.

Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2015 | 15h26

O tropeço em casa deixa o Valencia mais distante da luta por uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. O time é o sétimo colocado, com 22 pontos, mas sob risco de ser ultrapassado por várias outras equipes na sequência da rodada. Além disso, ficou a seis do quarto colocado Celta de Vigo, que só vai jogar neste domingo. Já o Getafe, que luta contra o rebaixamento, chegou aos 14 pontos, na 16ª posição.

Neste sábado, os quatro gols da partida saíram no primeiro tempo. Pablo Sarabia abriu o placar para o Getafe aos 10 minutos após converter uma cobrança de pênalti, mas o Valencia empatou o duelo logo depois, aos 15, com Paco Alcácer.

O Getafe voltou a ficar à frente do marcador aos 23, com o gol de Angel Lafita. Aos 35 minutos, o Valencia empatou novamente o duelo, dessa vez com Santi Mina, que havia acabado de substituir o lesionado Jose Gaya, e marcou em seu primeiro toque na bola, após receber passe de Alcacer.

E o resultado poderia ter sido ainda pior para o Valencia, pois Lafita acertou o travessão nos acréscimos do duelo. Assim, o Valencia só venceu sob o comando de Neville na Copa do Rei - na última quarta-feira, bateu o Barakaldo, da terceira divisão espanhola, por 2 a 0. Além disso, com o treinador, o time perdeu para o Lyon por 2 a 0 pela Liga dos Campeões da Europa e empatou por 1 a 1 com o Eibar pelo Espanhol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.