Vitor Silva / SS Press / Botafogo
Vitor Silva / SS Press / Botafogo

Valentim admite que vitória do Botafogo no clássico contra o Flu foi injusta

"Acho que o Fluminense jogou melhor, concordo com o Abel. É um termo que a gente usa quando não consegue vencer. Já vim aqui algumas vezes e falei isso também"

Estadão Conteúdo

15 Maio 2018 | 09h02

O técnico do Botafogo, Alberto Valentim, admitiu que a vitória de sua equipe sobre o Fluminense por 2 a 1 foi injusta. Com certo tom de ironia, ele concordou com Abel Braga e reconheceu que o time adversário teve mais oportunidades de sair com a vitória no clássico disputado segunda-feira, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

"Acho que o Fluminense jogou melhor, concordo com o Abel. É um termo que a gente usa quando não consegue vencer. Já vim aqui algumas vezes e falei isso também. O Fluminense é uma equipe organizada é difícil jogar contra. Acredito até que foi um pouquinho o que aconteceu na vitória deles (3 a 0 na final da Taça Rio), um resultado mentiroso", afirmou.

O discurso do treinador faz sentido, já que o melhor jogador em campo do Botafogo na partida foi o goleiro Jefferson, que segurou o resultado positivo. Valentim também destacou a importância do veterano.

"É um goleiro de seleção brasileira. Já conhecia de longe. Agora que o conheci no dia a dia, é excepcional", disse. "Conseguimos vencer um jogo mesmo não sendo brilhante, mas contra um adversário muito forte. Era muito importante vencer esse clássico", prosseguiu.

O resultado positivo levou o Botafogo para a sexta colocação na tabela do Brasileiro, com oito pontos, a apenas dois de distância do líder Flamengo. O time alvinegro agora volta a campo no próximo domingo, quando visitará o América-MG, no estádio Independência, pela sexta rodada da competição.

"A classificação é boa, mas o que eu peço pra eles é porque temos pontos a evoluir. Precisamos melhorar o individual e o coletivo. Precisamos continuar nossa caminhada pensando jogo após jogo", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.