Cesar Greco / Agência Palmeiras
Cesar Greco / Agência Palmeiras

Valentim exalta Palmeiras após nova vitória, mas vê margem para 'melhora grande'

Treinador diz ter feito ajustes para o segundo tempo e elogia defesa da equipe

Estadão Conteúdo

23 Outubro 2017 | 10h30

Após assumir o Palmeiras como substituto interino do demitido Cuca, Alberto Valentim conquistou a sua terceira vitória em três jogos como técnico do time no último domingo, quando a equipe alviverde bateu o Grêmio por 3 a 1, em Porto Alegre, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 53 pontos.

+ Palmeiras tenta conter euforia e evita falar sobre o título após nova vitória

+ Antero Greco: De novo, a valentia do Palmeiras

Depois do confronto, o treinador exaltou a evolução que vem sendo apresentada pelo Palmeiras, que anteriormente derrotou o Atlético-GO, também por 3 a 1, em Goiânia, e superou a Ponte Preta por 2 a 0, no Pacaembu. A sequência deu confiança aos jogadores, que levaram a melhor no confronto direto pela vice-liderança travado com os gremistas, que caíram para a quarta posição, com 50 pontos - o Santos, com os mesmos 53 pontos dos palmeirenses, ocupa o terceiro lugar.

"Jogamos contra o segundo colocado (então o Grêmio) e sabíamos que seria difícil. Um primeiro tempo equilibrado, não estávamos conseguindo jogar e achar espaço no campo defensivo deles. Fizemos ajustes para isso acontecer e criar mais ocasiões de gols. Gostei muito da defesa, muito bem organizada", analisou Valentim, que ao mesmo tempo destacou que é preciso seguir evoluindo nesta reta final do Brasileirão.

"Estou gostando de tudo, mas temos margem para uma melhora muito grande, e os jogadores sabem disso. Da forma como tenho pedido, a gente tem melhorado muito. Estamos a cada dia melhor, mas precisamos melhorar muito", ressaltou.

O comandante ainda lembrou que o jogo da próxima segunda-feira, contra o Cruzeiro, no Allianz Parque, no fechamento da 31ª rodada, tem tudo para ser bastante complicado. "Somamos mais três pontos, agora temos o Cruzeiro, que também está em cima na tabela. Será ainda mais difícil do que foi contra o Grêmio", disse o treinador, para em seguida cobrar: "Temos de fazer com que este salto de qualidade que está acontecendo jogo a jogo seja ainda maior contra o Cruzeiro".

Algoz do Palmeiras na última Copa do Brasil, da qual se sagrou campeão, o Cruzeiro ocupa hoje a quinta posição do Brasileirão, com 47 pontos. E, após encarar o time mineiro, a equipe alviverde medirá forças na competição nacional com o líder Corinthians, no dia 5 de novembro, no Itaquerão, pela 32ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.