Rafael Ribeiro/Vasco.com.br
Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Valentim indica Ricardo titular e pede jogo 'quase perfeito' ao Vasco

Equipe cruzmaltina enfrenta o Grêmio, domingo, em Porto Alegre, pelo Brasileirão

Estadão Conteúdo

09 Novembro 2018 | 21h50

Embalado pela vitória no clássico com o Fluminense, no último fim de semana, o Vasco não terá vida fácil na 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe carioca enfrenta no domingo o campeão da Libertadores do ano passado e semifinalista da atual edição, o Grêmio, em plena Arena em Porto Alegre. O técnico Alberto Valentim sabe da dificuldade que seus comandados enfrentarão, por isso, pediu uma partida "quase perfeita".

"Eu diria que nós precisamos fazer uma partida quase perfeita. Na fase defensiva, seremos um time muito aplicado. Iremos procurar qualificar nossa fase defensiva ao máximo, com maior atenção, entendendo bem as linhas de marcação. Quando baixarmos essa linha, precisaremos ter uma atenção muito grande no último terço do campo. O Grêmio é um time de muita qualidade e justamente por isso nossa fase defensiva tem que ser forte. Depois, dentro do que falei de atuação perfeita, precisamos aproveitar as oportunidades que surgirem", analisou nesta sexta-feira.

O Vasco ocupa a 13.ª colocação na tabela do Brasileirão, com 38 pontos, quatro acima do Vitória, que abre a zona de rebaixamento. Por isso, somar pontos no domingo é fundamental para respirar ainda mais. "Sabemos da qualidade do Grêmio, mas vamos procurar ganhar o jogo. Agora, se a vitória não vier, o importante é não perder. O importante é pontuar", considerou Valentim.

Para o confronto, o treinador não poderá contar com o zagueiro Leandro Castán, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O colombiano Oswaldo Henríquez era o favorito a ficar com a vaga, mas Valentim indicou que Ricardo deverá compor a dupla de zaga com Werley.

"Não vou falar a equipe que vai começar, mas a ideia é manter a maior base possível, até mesmo para não prejudicar a questão do entrosamento. Infelizmente, perdemos o Castán para esse jogo. Citei o Ricardo na minha última coletiva porque não consegui levá-lo para o banco em virtude das outras opções que tinha. Agora, surge uma nova oportunidade para ele. É por isso que sempre digo que contamos com todos", comentou.

 

 

Mais conteúdo sobre:
VascoAlberto Valentim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.