Vitor Silva / SS Press / Botafogo
Vitor Silva / SS Press / Botafogo

Valentim minimiza rival reserva e valoriza vitória da 'insistência' no Botafogo

"Hoje ganhamos do Grêmio, não vem com essa história de time reserva", disse o treinador

Estadão Conteúdo

29 de abril de 2018 | 08h58

O técnico Alberto Valentim minimizou o duelo contra os reservas do Grêmio, no sábado, e tratou de valorizar a vitória do Botafogo por 2 a 1, no Engenhão. Para o treinador, o resultado premiou a "insistência" do time carioca, que buscou o gol da vitória aos 46 minutos do segundo tempo.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

"Hoje ganhamos do Grêmio, não vem com essa história de time reserva. Lógico que equipes que estão disputando mais competições têm tempo menor e precisam priorizar uma ou outra. Queríamos estar na Copa do Brasil também, infelizmente saímos. O calendário brasileiro, infelizmente, é muito apertado. Renato optou por um time que não vinha jogando", disse o técnico botafoguense.

Mesmo contra reservas, Valentim admitiu a dificuldade encontrada pelo Botafogo em campo. "Foi um jogo difícil, a gente começou bem, depois acho que o jogo se igualou um pouco. A gente criou mais do que eles, chegamos a ter mais posse", analisou o técnico, antes de destacar a insistência dos seus jogadores ao longo de toda a partida.

"Foi um jogo que a gente precisou fazer o que tem feito. É insistir, não se desorganizar. Bati cabeça nas substituições para manter o time organizado, e eles estão de parabéns por terem acreditado. Conseguimos um gol com 46 minutos", comentou.

Para Valentim, o Botafogo poderia ter tido mais facilidade para marcar o segundo gol, mas exagerou nos erros nas finalizações. "Precisamos melhorar nesse quesito, não só nele. Talvez eu tenha evidenciado mais. Falei após o jogo contra o Sport que ainda não tínhamos saído com o goleiro como melhor em campo."

Com cinco pontos em três jogos disputados no Brasileirão, o Botafogo voltará a campo pela competição no próximo domingo, dia 6 de maio, para enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.