Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br
Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br

Valentim se desculpa por derrota e promete 'trabalho dobrado' para reerguer Vasco

Desorganizado, o time carioca viu o Santos dominar a partida e chegar ao triunfo com facilidade

Estadão Conteúdo

02 Setembro 2018 | 10h26

O técnico Alberto Valentim repetiu o que os jogadores do Vasco fizeram e se desculpou com a torcida pela derrota de sábado para o Santos. O comandante cruzmaltino deixou clara a insatisfação com o desempenho na queda por 3 a 0, em pleno Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, mas prometeu trabalho para deixar este resultado para trás.

"Muito bom saber que os jogadores pediram desculpa. Eu, como comandante, peço desculpa também. A melhor forma de corrigirmos isso aí é fazer com que as desculpas sejam transformadas em muito trabalho. Todos, incluindo a comissão, vão ter que trabalhar dobrado. A partir de agora teremos mais dias para treinar. Não é da boca para fora: vamos trabalhar muito, corrigir muita coisa. Precisamos repetir as coisas boas mais vezes", disse.

Recém-chegado ao Vasco, Valentim explicou que teve pouco tempo para imprimir seu estilo na equipe, o que pretende fazer agora. "Esses dias foram de coisas conversadas e feitas sem o ritmo adequado na parte física. O torcedor pode ter certeza que vamos colocar muito trabalho para fazer um campeonato bom para o Vasco."

Após a derrota em casa, o Vasco agora descansa e só volta a campo na quinta-feira, quando visita o América-MG no Independência. E Valentim considerou que o time cruzmaltino terá que recuperar justamente fora de casa os pontos perdidos no sábado.

"Temos que recuperar pontos fora de casa. Taticamente, aquilo que programamos, não fizemos. A gente tem uma altura de marcação, e com quatro minutos não obedecer essa altura, não pode. Falei para os atletas. Tenho como conceito de jogo. Nosso time tinha que ter feito pressão mais forte", disse.

 
 
 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.