Fabio Menotti/Ag. Palmeiras
Fabio Menotti/Ag. Palmeiras

Alberto Valentim só confirma Borja como titular contra o Cruzeiro

Treinador não revelou substituto de Bruno Henrique, suspenso, e formação na defesa

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2017 | 16h38

O técnico Alberto Valentim não revelou a escalação do Palmeiras para enfrentar o Cruzeiro, segunda-feira, no Allianz Parque. A principal dúvida é a escolha do substituto de Bruno Henrique, suspenso. Os candidatos são Thiago Santos, Jean e Felipe Melo.

+ Melhor ataque, Palmeiras aposta na versatilidade dos artilheiros

+ Com 'perdão' a Róger Guedes, Palmeiras volta aos treinos

"Temos jogadores com características de primeiro volante, que marcam mais, e também atletas com características de segundo volante, com mais saída de bola. Estou analisando", diz o treinador interino. "Temos até domingo para decidir quem vai jogar", disse o treinador em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira na Academia de Futebol.

A única confirmação dada pelo treinador foi a entrada do atacante Miguel Borja, que terá mais uma chance como titular. Ele vem substituindo Willian, que sofreu lesão muscular na coxa direita, e foi titular nas vitórias diante da Ponte Preta e do Grêmio. "Borja joga. Ele tem melhorado muito, mas pode melhorar ainda mais. Ele pode dar mais para o grupo", avaliou Valentim.

Como a partida diante do Cruzeiro está marcada apenas para segunda-feira, o Palmeiras entrará em campo sabendo os resultados dos jogos dos rivais e poderá, inclusive, acompanhar os jogos. Santos e São Paulo se enfrentam neste sábado, Ponte Preta e Corinthians jogam no domingo. Valentim garante que o time estará focado unicamente nos treinos.

"Estaremos treinando nos horários dos jogos de domingo. Queremos a euforia do torcedor, mas aquela atmosfera legal deve ficar nas arquibancadas", disse o treinador. "Nossa única vantagem de jogar na segunda-feira é ter um a mais para treinar", resumiu.

Mais conteúdo sobre:
futebol Valentim Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.