Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians

Valor do elenco do Corinthians não pagaria dívida do clube pela arena de Itaquera

Segundo o site Transfermarkt, jogadores do time de Carille valem juntos R$ 382 milhões; Caixa cobra R$ 536 milhões de dívida do estádio

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2019 | 15h24

A Caixa Econômica Federal cobra uma dívida de R$ 536 milhões do Corinthians em processo na Justiça, que pode levar o nome da empresa para o Seresa. O valor inclui multa, juros e correções monetárias, além do valor propriamente dito do financiamento para construção da arena, em Itaquera. Em termos apenas para comparação, mesmo que o Corinthians negociasse todos os seus jogadores do elenco, são 32, ele não conseguiria levantar dinheiro suficiente para o pagamento à Caixa.

Segundo o site Transfermarkt, especializado em transferência de jogadores, com valores estimados de cada atleta, o atual elenco do Corinthians atingiria, se todos fossem negociados hoje, o valor de 84,7 milhões de euros (cerca de R$ 382 milhões), bem distante da quantia do processo movido pela Caixa.

O jogador mais valioso do elenco do técnico Fábio Carille é o meia Pedrinho. O garoto de 21 anos, que tem contrato com o clube até 31 de dezembro de 2020, vale 15 milhões de euros (R$ 67,7 milhões), segundo o site especializado. A multa rescisória de Pedrinho é de 50 milhões de euros (R$ 225 milhões) para clubes do exterior. Will Dantas, empresário do atleta, acredita que ele vale pelo menos 40 milhões de euros (R$ 180 milhões). O Corinthians detém 70% dos direitos econômicos de Pedrinho e sonha receber, em caso de venda, valor na casa dos R$ 100 milhões.

Na sequência, segundo o Transfermarkt, três jogadores corintianos possuem o mesmo valor de mercado: o lateral-direito Fagner, com boa frequência na seleção brasileira, inclusive com uma Copa do Mundo no currúculo, e os zagueiros Gil e Léo Santos, que recentemente esteve emprestado ao Fluminense. Todos foram avaliados em 6 milhões de euros (R$ 27 milhões).

Sornoza, Ramiro e Clayson valem 4,5 milhões de euros (R$ 20,3 milhões) cada. Já Gabriel e Araos, 4 milhões de euros (R$ 18 milhões). João Victor, zagueiro de 21 anos, é o menos valioso do elenco. Seu contrato gira em torno de 500 mil euros (R$ 225 mil aproximadamente). Esses preços estão diretamente relacionados com o que os atletas andam fazendo em campo e suas respectivas idades. 

Time mais badalado do futebol brasileiro atualmente, o Flamengo tem um elenco avaliado em 114,6 milhões de euros (R$ 517,82 milhões), segundo o mesmo site de negociação esportiva, quantia que ainda seria insuficiente para pagar o valor da dívida corintiana com seu estádio. E olha que o time rubro-negro se fortaleceu com alguns jogadores vindos da Europa, como Filipe Luis.  

Para os homens de mercado do Transfermarkt, o elenco mais valioso do futebol brasileiro hoje é do Palmeiras, que tem um valor de mercado de aproximadamente 118,45 milhões de euros (R$ 535,2 milhões). O Grêmio aparece em terceiro (R$ 494,1 milhões) e o São Paulo, em quarto, com R$ 414,5 milhões.

JOGADORES MAIS VALIOSOS DO CORINTHIANS

Pedrinho - R$ 67,7 milhões

Fagner, Gil e Léo Santos - R$ 27 milhões

Sornoza, Ramiro e Clayson - R$ 20,3 milhões

Gabriel e Araos - R$ 18 milhões

Cássio - R$ 15,8 milhões

Manoel, Danilo Avelar e Mateus Vital - R$ 11,3 milhões 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.