Divulgação
Divulgação

Valorizado, Lucas Lima ganha aumento de salário no Santos

Convocação para a seleção brasileira valorizou o meia do Santos

GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2015 | 12h17

A primeira convocação da carreira de Lucas Lima também trouxe benefícios financeiros para o meia do Santos. Conforme previsto em seu contrato, ele teve um aumento salarial de R$ 30%. Fontes ligadas à diretoria santista afirmam que o principal armador santista vai receber por volta de R$ 220 mil após a convocação. "Tem um bônus salarial, sim", confirmou o jogador em entrevista coletiva, no CT Rei Pelé, mas sem confirmar os valores.

Lucas Lima foi chamado pelo técnico Dunga nesta quinta-feira para os amistosos contra Costa Rica e Estados Unidos, nos dias 5 e 8 de setembro. "Ser convocado para a Seleção é o sonho de todo jogador, é o principal objetivo de todos. Fico muito feliz por ser convocado, é um momento grandioso da minha carreira. Fico feliz pela convocação. Era o que buscava. Era meu objetivo neste ano", disse o meia.

Um dos "padrinhos" de Lucas Lima em sua seleção foi Clodoaldo, consultor técnico do Santos. Quando ocupou a função de auxiliar pontual da seleção brasileira nos amistosos contra México e Honduras antes da Copa América, o campeão mundial em 1970 aconselhou a comissão técnica a convocar Lucas Lima. Por outro lado, Clodoaldo pediu que o meia permanecesse no Brasil quando o Porto tentou tirá-lo do Santos.

A convocação deve valorizar bastante Lucas Lima no cenário nacional e internacional. O meia já recusou quatro propostas oficiais para deixar a Vila Belmiro nesta temporada, de Porto (Portugal), Torino (Itália), Shandong Luneng (China), e Cruzeiro. Os valores oscilaram entre 7,5 milhões de euros (R$ 29 milhões) oferecidos pelo Cruzeiro e 11 milhões de euros (R$ 43 milhões) dos chineses. O jogador sempre disse que queria continuar no Santos para chegar mais facilmente à seleção. O contrato do jogador de 25 anos com o Santos vai até 2017.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.