Lluis Gene/AFP
Lluis Gene/AFP

Valverde contém euforia após vitória do Barcelona: 'O campeonato não acabou'

Equipe catalão dispara na liderança após derrotar o Real Madrid por 3 a 0

Estadão Conteúdo

23 de dezembro de 2017 | 13h50

A excelente vitória do Barcelona sobre o Real Madrid no Santiago Bernabéu, por 3 a 0, pelo Campeonato Espanhol, foi vista com cautela pela equipe catalã. Embora o seu time esteja na liderança com nove pontos de vantagem sobre o vice Atlético de Madrid e 14 sobre o adversário deste sábado, o técnico Ernesto Valverde assegurou que a competição não está definida.

​+ Tabela do Campeonato Espanhol

+ LANCE: Real Madrid x Bardelona

"O Campeonato Espanhol não acabou. Temos vantagem sobre os rivais, mas não nos fixamos nisso. Nos interessa somar pontos, ter boas sensações e seguir adiante", comentou o treinador, ponderando que espera manter o Barcelona invicto na competição. "Quero muito o título. Minha intenção é que ninguém nos vença, embora o Atlético de Madrid e o Real Madrid também pensavam isto e foram derrotados nesta rodada."

Valverde também manteve o discurso sereno ao avaliar o duelo deste sábado. E, segundo ele, não houve uma vitória tática sobre Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid. "Não creio que ganhei o duelo tático de Zidane. Este é um jogo que depende de detalhes, de um momento específico, e assim o resultado acontece."

A análise do treinador foi reforçada por Andrés Iniesta. Para o capitão do Barcelona, o triunfo deixou a equipe mais próxima do título, embora não tenha garantido nada. O próprio Real Madrid, segundo ele, segue na briga pelo campeonato.

"Demos um passo importante e abrimos três pontos a mais de diferença para o Real Madrid. E, com a derrota do Atlético, também somamos três pontos a mais", disse Iniesta, antes de acrescentar: "Não descartava antes (o Real na briga pelo título) e não descarto agora. Ainda restam muitos pontos e o futebol sempre nos mostrou coisas impossíveis."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.