Frank Augstein/AP
Frank Augstein/AP

Valverde quer vitória sobre Tottenham para 'compensar' resultados ruins

Barcelona visita time de Londres nesta quarta-feira, pela Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

02 Outubro 2018 | 16h50

Pela segunda rodada da fase de grupos da Liga das Campeões, nesta quarta-feira, o Barcelona enfrenta o Tottenham, às 16 horas (de Brasília), em Londres, com o objetivo de fazer as pazes com a vitória, após três jogos consecutivos sem ganhar no Campeonato Espanhol.

Nesta terça-feira, em entrevista coletiva prévia ao confronto, o técnico Ernesto Valverde admitiu que o Barça precisa reagir a partir deste duelo, que será disputado no estádio de Wembley. Antes desta partida, a sua equipe não passou de um empate por 1 a 1 com o Athletic Bilbao, em casa. E isso depois de ter dado vexame ao ser derrotado pelo lanterna Leganés por 2 a 1, de virada, como visitante, sendo que no duelo anterior, no Camp Nou, decepcionou também ao empatar por 2 a 2 com o Girona.

"Na semana passada tivemos problemas com resultados, mas oito dias atrás nós tínhamos ganho tudo. Quando você não obtém resultados, é sempre por causa de algo, porque você falhou, porque o outro foi bem-sucedido. Queremos compensar isso e amanhã temos uma partida para isso. Foi uma semana dura em termos de resultados", disse Valverde.

Para o jogo contra o Tottenham, Valverde revelou que, apesar dos desfalques, a equipe liderada por Mauricio Pochettino apresentará "a sua melhor versão" e vai se preparar para isso. "Sabemos que tem baixas significativas e, de qualquer forma, é uma equipe com qualidade na força no ataque e na defesa que possuem".

O Tottenham terá o retorno do goleiro francês Hugo Lloris para o duelo, mas, por outro lado, não poderá contar com Jan Vertonghen, Mousa Dembélé, Christian Eriksen, Dele Alli, Serge Aurier e Michel Vorm, todos machucados.

Questionado sobre a queda de desempenho de Harry Kane em relação à temporada passada, Valverde minimizou o fato e lembrou que o atacante é "um jogador determinante" e pode ser decisivo a qualquer momento com a sua qualidade para definir as jogadas ofensivas.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.