Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

'Corinthians vai brigar pelo título brasileiro', afirma Uendel

Lateral vê Alvinegro entre os melhores do Brasileiro

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2015 | 12h37

Novo titular da lateral esquerda do Corinthians após a saída de Fábio Santos para o Cruz Azul, do México, Uendel vê o time alvinegro entre os melhores times do País, apesar da campanha irregular no Campeonato Brasileiro. Passadas oito rodadas, o Corinthians é o sexto colocado do Nacional, com 13 pontos, cinco a menos do que o líder Sport.

"Vamos brigar na parte de cima da tabela. Atlético-MG, São Paulo e Sport têm condições de chegar ao título, assim como a gente. Não vejo nenhuma equipe muito superior à nossa. Estamos em condições de igualdade com as melhores equipes do País", disse Uendel.

Após duas vitórias, contra Joinville e Internacional, o Corinthians perdeu para o Santos por 1 a 0 no último sábado, na Vila Belmiro. Foi o primeiro jogo de Uendel como titular depois que Fábio Santos foi afastado do elenco para finalizar a sua transferência para o Cruz Azul.

Uendel teve atuação discreta na Vila e considerou a derrota normal. "O campeonato é muito difícil. Vimos que na última rodada, por exemplo, o São Paulo empatou em casa com o Avaí e a Chapecoense ganhou do Cruzeiro fora de casa. A gente vinha de dois resultados positivos e perder para o Santos não é o fim do mundo. O jogo foi equilibrado e criamos oportunidades para vencer", avaliou Uendel.

O lateral, inclusive, já prevê novos tropeços por causa das recentes baixas sofridas pelo elenco. Em menos de um mês, deixaram o clube Emerson, Guerrero e Fábio Santos. Nos próximos dias, o volante Petros, com proposta do Betis, da Espanha, também deve acertar a sua transferência.

"Estamos passando por um momento de transição, com muitos jogadores saindo. Alguns devem chegar para ajudar, então acho que, até a nossa equipe encaixar, podem ocorrer resultados que vão desagradar ao nosso torcedor", admitiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.