"Vamos com fome para o Mundial", diz Klinsmann após vitória

A seleção alemã de Jürgen Klinsmann näo poderia ter encerrado melhor sua preparação para a Copa do Mundo, que começa exatamente na próxima sexta-feira. Com uma exibição primorosa, contra um adversário que batera a Polônia por 2 a 1, os anfitriões ficaram satisfeitos principalmente com o ritmo de jogo e o retorno da confiança ao grupo depois da vitória por 3 a 0 sobre a Colõmbia."Quase dois anos de trabalho chegaram ao fim hoje (sexta). Tivemos avanços e reveses, mas hoje podemos estar felizes. O importante näo foi o resultado, mas sim que conseguimos terminar positivamente as quase duas semanas de treino, conquistamos a autoconfiança e podemos ir com forca total para o jogo de abertura", declarou após o jogo na coletiva o treinador. "Jogamos muito compactos e trabalhamos com harmonia em todos os setores. Nós vamos com fome para este torneio", completou Klinsmann.O mais elogiado da partida foi o meia Bastian Schweinsteiger, autor de um golaço e do cruzamento para o primeiro gol de cabeça do astro Michael Ballack. Na saída dos vestiários, Schweini explicou seu gol. "Tenho treinado bastante e decidi arriscar. Fui feliz e acabei marcando o gol." Sobre o resultado, o meia disse acredita que a vitória foi fundamental. "Este teste bem-sucedido antes do Mundial foi muito importante. A gente pode ver pela atmosfera entre os torcedores. As pessoas estäo felizes por aquilo que nós jogamos", declarou o meia, que após seu gol foi abraçar o goleiro reserva Oliver Kahn, uma espécie de mentor do jovem atleta na seleção e no Bayern de Munique.Até o mais crítico do trabalho de Klinsmann neste ano, o kaiser Franz Beckenbauer, tirou o chapéu para a apresentação da seleção alemã. "Cada um na sua posição teve um atuação excepcional. Todos podem se contentar, foi um bonito encerramento da preparação", afirmou Beckenbauer.Para a Copa, Klinsmann acredita que o caminho é difícil, mas a equipe tem condições de conquistar o título. "Vamos trabalhar jogo a jogo, com muita diversäo. O importante é que conseguimos estabelecer um estilo de jogo vertical. Conseguimos nos apresentar bem taticamente e na defesa, mostramos entrosamento. Agora é esperar pelo início da Copa", concluiu o treinador, se referindo ao confronto com a Costa Rica, no dia 9, pelo Grupo A.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.